Quinta-feira, 17 DE Junho 2010

 

 

Quem tem Messi tem tudo. Podem vir todos os críticos apontar as fragilidades defensivas da Argentina, insinuar (falsamente) uma fraca liderança no banco, mas a verdade é que os Mundiais jogam-se muito nos detalhes. E uma selecção com Messi será sempre uma forte candidata ao Mundial. Em tom de brincadeira poderíamos dizer que Messi é o melhor defesa da Argentina. Afinal de contas, são as suas acções que compensam, atiram até para segundo plano, o que de mau se passa lá atrás.

Os coreanos foram dignos oponentes e, injustamente goleados, mostraram que são os mais sérios candidatos a acompanhar a alvi-celeste no apuramento para os oitavos de final. A equipa reagiu muito bem à traição do seu ponta de lança e acabou por sofrer um golo quando menos se esperava. E a Argentina voltou a demonstrar o seu imenso poderio nos lances de bola parada (alô críticos de Maradona). Podiam ter desaparecido do jogo nessa altura, mas mantiveram a alma em campo. Os deuses da sorte lá terão pensado na injustiça que haviam criado e de alguma forma intervieram na capacidade cerebral de Demichelis.

Na segunda parte prosseguiu o show de Messi, embora lá atrás se continuasse a sofrer com as investidas asiáticas. Em determinado momento a Argentina pareceu ceder, mas não havia forma dos sul-coreanos acertarem na baliza. E o velho cliché do “quem não marca sofre” encontrou, em quatro minutos, a confirmação no génio de Messi e no sentido posicional de Higuaín, a garantir o primeiro hat-trick da competição.

 

HOMEM DO JOGO: 10 Lionel MESSI

 

publicado por N.T. às 14:55
Seguramente muito bem o Messi em campo. Sobre Messi, o melhor em campo, tudo dito. O texto faz-lhe justiça.
Muito bem igualmente algumas rectificações do Maradona impostas na equipa. Não houve a anunciada alteração na defesa de Burdisso por Jonas, mas este último foi mais posicional de que no jogo vs. Nigéria.
Maxi, no lugar de Veron, também ocupou mais presentemente o espaço direito do meio-campo, permitindo portanto a Jonas o jogo tão posicional como atrevido q.b., como inclusive que Tevez passasse para o lado esquerdo do ataque, com a mesma liberdade de ir aparecendo em toda a zona frontal do campo.
Com essa presença de Tevez a partir do lado esquerdo, e Heinze seguindo com ordens para defender a posição na faixa, Di Maria (este não é um parêntesis dum benfiquista) pôde estar melhor que na estreia, onde me pareceu ter tido nesse jogo vs. Nigéria, tarefas demasiado exigentes que não o deixaram libertar-se.
Hoje esteve mais acompanhado com Tevez e se nem sempre pode ser explosivo, foi mais seguro, mais presente no jogo.
No geral foi uma Argentina mais segura e cautelosa a defender as posições de 4+1(Mascherano), que implicou menos involvência no ataque dos laterais, mas permitindo muita fluidez e movimentos daí para a frente. Messi e Tevez com nota máxima nesse aspecto.
Melhores na primeira parte colectivamente, em jogo ofensivo, excelentes indices de posse de bola, e sabendo o que fazer com ela, muito concentrados a ter que defender (onde a fifia de De Michelis é a excepção que confirma a regra) a equipa foi mais equilibrada que na estreia.

Na segunda parte não me parecerem tão imperiais. Mérito à Coreia mostrando capacidade de ter podido empatar a 2 bolas nos primeiros 15 minutos da segunda onde surgiam velozes o scontra-ataques, respondeu a Argentina como não fez com a Nigéria: concretizando as oportunidades criadas. Ao terceiro a Coreia terá começado a pensar na Nigéria.
4-1, se me parece excessivo castigo para os asiáticos, premeia a veia concretizadora do poder de fogo atacante De Las Pampas, e sobretudo, bagagem de equipa campeã que mostrou ter.
Joe a 17 de Junho de 2010 às 15:48
O que não seria esta Argentina se em vez da mão de Deus tivesse o dedo de Jesus... O coitado do Di María vê-se e deseja-se só para se livrar da marcação do Tevez. O Higuaín só serve mesmo para marcar golos. O Messi anda a maior parte do tempo a estorvar os outros e nunca ninguém sabe quando é que o raio do garoto vai decidir passar a bola a alguém. O Heinze, para compensar a inexistência do Gutiérrez no flanco direito, descobriu que afinal gosta é de ser extremo-esquerdo. Em resumo: são desequilibradores a mais em campo e no banco. Infelizmente, no banco está o desequilibrador-mor, o Maradona, que consegue desequilibrar aquilo tudo a favor do adversário.
José, o Alfredo a 17 de Junho de 2010 às 16:07
"O Higuaín só serve mesmo para marcar golos. O Messi anda a maior parte do tempo a estorvar os outros"

gosto sempre de um bom testo humorístico...
Renato a 17 de Junho de 2010 às 18:21
era "texto" que deveria estar em cima.. ;)
Renato a 17 de Junho de 2010 às 18:22
Posso desabafar aqui?
O zonalmarking.net já disfarçava a implicância mesquinha com aquilo que eles pressupõem ser os fracos dotes do Maradona como treinador, nomeadamente na parte táctica, como algumas criticas aos defesas, que são ou absurdamente vagas ou dignas dum qualquer captain obvious de café.
Era só.
joe a 18 de Junho de 2010 às 10:31
EH EH EH
Podes e deves. Eu sou fã do ZM mas ainda não fui ler a análise ao jogo de ontem. Isto é uma avalanche de jogos e textos em duas semanas :)
J.G. a 18 de Junho de 2010 às 11:47
Obrigado J.G. pelo "põe-te à vontade".
Conheço o ZM há pouco tempo. A leitura dos jogos a partir das análises tácticas são em geral feitas com profundidade. Sabem sobre que estão a falar e a linguagem usada é em igual medida técnica e acessível. Gosto. Apesar de algumas vezes retirarem importância ao factor emocional, menos cerebral e aleatório mas fundamental no jogo. Mas quem sou eu?...
Se não os tivesse em boa conta, nem ligava.
O caso é que acho que ainda há ali um preconceito criado com a péssima imagem dada pela Argentina/pelo seleccionador na qualificação, tornada em má-vontade e não estão a querer levar a sério as transformações tácticas, para melhor, da equipa na fase final, e seguem abusando do chavão "aquela equipa onde joga o Messi".
joe a 18 de Junho de 2010 às 12:20
Tens toda a razão Joe!

Desculpem-me intrometer, mas partilho da tua opinião. É correcto fazermos alguns juízos de valor com lógica e até com pareceres científicos. Contudo, o factor humano, como em todas as funções desempenhadas pelos seres humanos é muito, mas mesmo muito importante.

Esses forúns por vezes parecem de pessoal que ainda brinca com os legos, no sentido de que pensam que uma equipa faz-se como se constroi com legos. Esquecem-se é que a visão deles não está totalmente correcta, pelo simples facto de que existe no mundo vários tipos de legos e que por isso mesmo, por vezes não se encaixam como deve de ser.

Depois cai-se invariavelmente no erro de que a soma dos valores individuais de uma equipa é o valor da equipa. Acontece que as grandes equipas demonstram que a soma individual dos seus jogadores fica muito aquém da soma como equipa. É essa a força deste apaixonante jogo.

Fica aqui também o meu desabafo.

PS: De qualquer maneira, eu partilho quase a 100% a "review" do autor da ZM para com a nossa selecção. É que ele toca precisamente nas feridas que muitos cá cegamente não querem ver.
PP a 18 de Junho de 2010 às 23:14

Junho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
fantasy league jabulani
fantasy league jabulani (clica na imagem)

Jabulani Fantasy League

Código - 361892-84570

arquivos
2010
pesquisar neste blog
 
Jabulani Blog

Divulga também a tua página
últ. comentários
o craque do jogo foi o cavani
Olá pessoal! Estou aqui para trazer a vocês a gran...
Olá pessoal! Estou aqui para trazer a vocês a gran...
Olá pessoal! Estou aqui para trazer a vocês a gran...
Agora que o Mundial de futebol terminou, importa r...
Não sendo propriamente um criativo de futebol, que...
Sr. Gonçalo Sousa, você não foi para aqui chamado....
Se vais pelo número de jogos não podes por o Coent...
Isto é incrível.Qualquer merda hoje em dia tem um ...
Calça meia grossa, Ribeiro
Posts mais comentados
blogs SAPO