Sexta-feira, 18 DE Junho 2010

Da noite (e o seu inverso). A Eslovénia fez dos primeiros 45 minutos um recital de controlo absoluto de todos os momentos do jogo, onde o capitão Koren tomava as melhores decisões e movimentava com mestria o esférico, variando um estilo mais apoiado para um jogo mais directo assim a situação o exigisse, todo o jogo passava-lhe pelos pés. Lucravam todos os sectores de uma equipa que mostrava, orgulhosa, toda uma excelente harmonização entre os elementos do meio-campo ou a chave da superioridade exibida na primeira metade. Já os EUA colhiam o reverso, à absoluta anarquia posicional juntavam-se a fraquíssima qualidade de passe e a fragilidade e previsibilidade de um meio campo ofensivo, que como os sectores defensivo e atacante, sofriam de isolamento forçado. E aí quem se destacou foi Bradley que nunca teve um parceiro à altura para a arrumação da casa nem que recebesse a bola recuperada e a levasse para a fase de decisão. Ao intervalo, a vantagem por dois golos dos eslovenos espelhava a dimensão do buraco que os estado-unidenses tinham cavado.

Do dia (e o seu inverso). O coach Bob Bradley tinha decidido: "que Edu e Feilhaber dispam os fatos de treino e ajudem a dar a volta ao jogo". De repente Altidore parecia concentrado, Dempsey já cumpria o seu dever de abrir a ala e Landon Donovan, importantíssimo nos EUA dos últimos 5 anos, já tinha bola e saiu golo. O tal Donovan aproveitou um erro mortal de César e descaído para a direita, apontou à cabeça do impotente Handanovic e disferiu um míssil. Mudou tudo a partir daqui, os europeus deixaram de ser mandões e começaram a mostrar fragilidades onde antes se vislumbravam forças e o assédio yankee começava a assumir-se tão insuportável quanto perdulário. Mas o empate era certo, estava a caminho e aconteceu quando num esgar de ou vai ou racha, Bradley troca o central Onyewu pelo avançado Gomez. Golpe letal, não tardou o golo de Bradley filho.

Não falarei de justiça no resultado que tal não existe mas destaco a qualidade da partida e terei de deixar para memória futura os eslovenos Koren e Birsa e os estado-unidenses Donovan e Bradley.

 

Homem do Jogo: 10 Landon DONOVAN

publicado por Spinafro às 17:36
Já agora Spinafro, gostava de adicionar mais dois americanos que acho que terão um futuro airoso: Altidore e Edu.

O avançado americano tem tudo para vingar neste desporto: capacidade física, velocidade, remate, agilidade (a forma como roda sobre o central é fantástica!), falta-lhe é acertar os tempos de passe e decisão das jogadas. Talvez também um pouco o posicionamento na conclusão. Mas o diamante bruto está lá. Só falta lapidá-lo.

Quanto ao Edu, gostei muito. Já o conhecia de um jogo que vi do Benfica numa digressão americana, estava ele ainda no Toronto. Tem bons pés, é um miúdo, mas sabe posicionar-se como um veterano. Excelente no jogo aéreo e nos lances de bola parada. A meio-campo faz o que lhe compete, i.e., simplifica e faz fluir o jogo. Coisa que o Torres nunca conseguiu fazer.

Dois jogadores a seguir!

PS: A falta que faz um jogador como Adu aquele ataque. Tive a oportunidade de ver o Finley frente à Inglaterra e penso que este só tem corrida. Altidore + Adu, seria uma grande dupla para os EUA. Com Donovan atrás deles, Dampsey como falso ala, Bradley a interior do outro lado e Edu a médio defensivo, apenas precisavam de dois laterais obstinados que soubessem atacar, algo que possuem. Bocanegra e Onyeum lá atrás com o "Super-homem" Howard, tinhamos selecção... O quanto os EUA evoluíram no seu futebol...
PP a 18 de Junho de 2010 às 22:29
Tenho tido em boa conta os EUA e tenho pena que especialmente o Donovan não esteja num patamar superior. O Altidore tem tudo para se dar bem, fez uma excelente campeonato da FIFA no ano passado na África do Sul. Foi aí que me apercebi dele.
O Altidore já o sigo desde que ele formava uma dupla maravilha num mundial de sub-19 (acho eu) em que com Adu, rasgaram completamente uma defesa brasileira que tinha o David Luiz como central.

É certo que o David já evoluiu bastante, mas o valor dos americanos está todo lá.

Concordo contigo, no caso do Donovan. Por vezes parece faltar-lhe ali qualquer coisa. Mas, o rapaz tem muita classe e excelentes pés.
PP a 18 de Junho de 2010 às 23:28

Junho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
fantasy league jabulani
fantasy league jabulani (clica na imagem)

Jabulani Fantasy League

Código - 361892-84570

arquivos
2010
pesquisar neste blog
 
Jabulani Blog

Divulga também a tua página
últ. comentários
o craque do jogo foi o cavani
Olá pessoal! Estou aqui para trazer a vocês a gran...
Olá pessoal! Estou aqui para trazer a vocês a gran...
Olá pessoal! Estou aqui para trazer a vocês a gran...
Agora que o Mundial de futebol terminou, importa r...
Não sendo propriamente um criativo de futebol, que...
Sr. Gonçalo Sousa, você não foi para aqui chamado....
Se vais pelo número de jogos não podes por o Coent...
Isto é incrível.Qualquer merda hoje em dia tem um ...
Calça meia grossa, Ribeiro
Posts mais comentados
blogs SAPO