Sexta-feira, 25 DE Junho 2010

 

 

Uma cadeira e uns binóculos. Estivesse eu no lugar de Barry, teria sido este o meu desejo ao intervalo. Passou os 45 minutos a ver a bola lá longe, trabalho teve-o apenas em duas ocasiões, quando foi forçado a ordenar a barreira. E nada mais fez que controlar a bola com os olhos enquanto esta saía pela linha de fundo.

O jogo foi sempre de sentido único, a prometer uma goleada histórica que não foi confirmada. Aos 20 já a Costa do Marfim celebrara dois golos e vira a barra recusar um terceiro. Continuaram a pressionar os africanos, continuaram a sofrer os norte-coreanos, em particular o seu guarda-redes que voltou a sentir barra tremer após remate de Gervinho. Ao intervalo o resultado era lisonjeiro para os asiáticos e também para as aspirações de Queirós e Cia que, no entanto, ia fazendo a sua parte e garantindo o empate.

A Costa do Marfim continuou a carregar durante a segunda parte, mas o relógio avançava e a pressão aumentava. A bola chegava à área com relativa facilidade mas faltava calma na decisão. A Coreia do Norte tentaria um par de iniciativas e Barry lá teve direito a entrar para as estatísticas recolhendo uma bola fácil que Tae Ze rematara. Ia esmorecendo a Costa do Marfim, mas houve novo fôlego africano nos 10 minutos finais, com Kalou a marcar o terceiro e a desviar, logo de seguida, para Doumbia: marcaria o quarto golo não fora a pronta intervenção do árbitro auxiliar.

A Costa do Marfim despede-se do Mundial com a sensação de dever cumprido. Empatou Portugal sem a sua estrela-maior, perdeu naturalmente com o favorito e fez tudo o que estava ao seu alcance para vencer a Coreia do Norte. Os asiáticos, depois de uma interessante demonstração de vontade frente à canarinha, revelaram toda a sua fragilidade nos jogos seguintes.

 

HOMEM DO JOGO: 19 Yaya TOURE

publicado por N.T. às 17:10
Não vi o jogo! Mas, estou desiludido com Tae-Se!

Sinceramente, estava à espera que a Costa do Marfim vencesse o encontro, mas estava à espera que houvesse golos do lado Norte Coreano.

O saldo é substancialmente negativo para esta selecção asiática, com uma média de 4 golos sofridos por encontro (12 golos sofridos/3 jogos) e apenas 1 golo concretizado em 3 jogos (0.33 golos marcados/jogo), não sei se o grande líder vai ficar contente. De qualquer forma, penso que será sempre uma experiência que se bem conduzida poderá fazer com que retirem frutos proveitosos no futuro.
PP a 26 de Junho de 2010 às 13:42

Junho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
fantasy league jabulani
fantasy league jabulani (clica na imagem)

Jabulani Fantasy League

Código - 361892-84570

arquivos
2010
pesquisar neste blog
 
Jabulani Blog

Divulga também a tua página
últ. comentários
o craque do jogo foi o cavani
Olá pessoal! Estou aqui para trazer a vocês a gran...
Olá pessoal! Estou aqui para trazer a vocês a gran...
Olá pessoal! Estou aqui para trazer a vocês a gran...
Agora que o Mundial de futebol terminou, importa r...
Não sendo propriamente um criativo de futebol, que...
Sr. Gonçalo Sousa, você não foi para aqui chamado....
Se vais pelo número de jogos não podes por o Coent...
Isto é incrível.Qualquer merda hoje em dia tem um ...
Calça meia grossa, Ribeiro
Posts mais comentados
blogs SAPO