Segunda-feira, 28 DE Junho 2010
O terceiro dia dos oitavos de final reservam-nos dois encontros: um entre europeus, o outro entre sul-americanos. Quem irá seguir em frente? Haverá alguma surpresa?

Será que a equipa surpresa da competição irá revelar a "Laranja mecânica"? (Holanda - Eslováquia; 15:00; Estádio de Durban)

Holanda Holanda Eslováquia Eslováquia
Na bonita cidade de Durban, um encontro entre duas selecções europeias: Holanda - Eslováquia. Qual deles será o vencedor?
A "clementina" (bem visto catenaccio), agora que regressou o seu "mágico" jogador, Arjen Robben, parece descolar para outro nível exibicional. Se por um lado é bom, para o espectáculo, por outro pode ser sintomático da tentativa de esconder alguns erros de "casting" por parte do treinador holandês nos primeiros jogos. Por exemplo, continuo a pensar que van der Vaart encostado à linha do lado canhoto, é um erro, mas pior até é ver o van Persie (outro homem-de-cristal) como ponta-de-lança. Estou a contar os minutos para que ele ainda se lesione, tal o risco de jogar tão junto aos defesas. Para além disso, vê-lo "enjaulado" alí até mete pena... mas, enfim, cada um com as suas ideias e o que é certo é que o seleccionador holandês leva 3 vitórias em 3 jogos e apenas um golo sofrido. Nada mal mesmo! No entanto, à Holanda, que nos habituou mal há já pelo menos uns 30 anos, exige-se pelo menos uma nota artística... um pouco como a Portugal, nestas últimas décadas.
Em termos tácticos, o 4-2-3-1 é o que se tem usado. Parece não haver outro esquema alternativo, pelo que a novidade é o que cada atleta pode introduzir no onze. De facto, olhando para van der Vaart e Elia (seu substituto posicional, nos primeiros encontros), percebe-se a diferença. O mesmo acontecendo com Robben e Kuyt à direita do ataque. Enfim, embora a táctica posicional seja a mesma, a dinâmica torna-se totalmente diferente. Isto faz com que os seus adversários tenham que ter muita atenção a esta Holanda. Destaque holandês: Robben! (Cuidado Cech!)
Quanto à Eslováquia, que surpreendeu na fase de grupos ao eliminar os actuais campeões mundiais, os italianos, tem aqui um enorme teste às suas ambições e sonhos de chegar ainda mais longe nesta competição. Sem nada a perder, todos os seus defeitos futebolísticos podem ser facilmente camuflados com uma atitude positiva para com este encontro. Por outro lado, o contrário pode suceder. Normalmente, acontece pelo lado mais fraco, que nem sempre tem haver com o pior jogador a nível técnico, mas sim mental. Por exemplo, ainda ontém o mexicano Osório foi exemplo disso mesmo. De qualquer maneira, Hamsik, o míudo Weiss e o ponta-de-lança raçudo Vittek, para além da muralha Skrtel, serão com certeza trunfos eslovenos para este encontro. Se frente à Itália, a Eslovénia não abdicou do seu 4-4-2 tradicional, penso que não será hoje que irá fazê-lo. Só por isso, só por esta atitude de entrar em campo e jogar o seu jogo, seja com que adversário for, revela ambição, querer e muita confiança no seu conjunto, tanto do seleccionador, como dos jogadores. Merecem tudo o que de bom o futebol poder-lhes dar. Destaque eslovêno: Weiss! (Cuidado van Bronckhorst!)
Prognóstico da "Jabu": penso que poderemos ter prolongamento neste encontro e até mesmo mais uma surpresa eslovena. Dependerá da condição física de cada equipa neste momento. Mas, a Holanda tem vantagem, nem que seja a teórica e a histórica.
Duelo sul-americano (Brasil - Chile; 19:30; Estádio Ellis Park)
Brasil Brasil Chile Chile
O Brasil leva larga vantagem em encontros contra o Chile. O Robinho é talvez um dos maiores "carrascos" do Chile na actualidade. Mas, se o futebol fosse assim tão linear, jamais teria a magia que tem. O Brasil poderá ser melhor que o Chile 9 vezes em cada 10 jogos, mas para o Chile apenas terão que ser melhores esta noite.
Na selecção do Brasil, Dunga, deverá fazer regressar Elano, Kaká, Robinho ao onze inicial. Falta saber se Felipe Melo continuará a ter a confiança do seleccionador para jogar como médio-interior esquerdo, quanto a mim a posição mais carenciada da canarinha neste mundial, devido à falta de um esquerdino de qualidade. Mas, essa posição não tem que ser jogada por um esquerdino (embora quanto a mim ajuda na qualidade dos passes). No actual 23 do escrete, com a exibição "nin" de Josué, a exibição "paulada" de Melo e a exibição "mais músculo e menos cabeça" de Júlio Batista frente aos navegadores, penso que está mais do que na hora de experimentar Ramires. Dunga, podia pensar que perderia algum músculo, mas ganha em ter um verdadeiro "homem de borracha" em campo, com capacidade para ajudar Gilberto Silva nas tarefas defensivas e talvez a melhor arma frente aos médios móveis e ágeis como são os chilenos.
Destaque brasileiro: Robinho! (Mas, se jogar, será Ramires!)
Na selecção do Chile, Marcelo Bielsa, que tem sido para mim o melhor seleccionador deste mundial, pela forma como gere a sua equipa, quer antes, durante e após os encontros, tem dois grandes desafios pela frente. Um é fazer com que os seus jogadores esqueçam o histórico que têm contra o adversário brasileiro. O segundo é como reconstruir a sua defesa depois dos seus dois centrais e médio de contenção virem-se obrigado a não poder dar o seu contributo neste encontro? Sinceramente, estou ansioso por ver como irá resolver os dois problema e como isso irá afectar a dinâmica do resto da equipa. Outra questão, é saber se optará por um 3-4-3 ou 4-3-3?
Num jogo onde Pablo Contreras e Rodrigo Tello, dois nossos conhecidos, deverão entrar no onze a titular, penso que jogadores como Valdívia, Matias Fernandez e sobretudo o goleador que tem andado muito escondido neste mundial, um tal de Humberto Suazo, deverão ser figuras do jogo e com o qual o Brasil irá ter que se preocupar. Atenção à seta Alexis Sanchez, que frente à Espanha, foi dos melhores em campo.
Destaque chileno: Suazo! (Vai uma aposta?)
Prognóstico da "Jabu": se o Brasil entrar em jogo a pensar que vão ser favas contadas, pode já começar a fazer as malas. Se o Chile conseguir suster os primeiros e os últimos minutos da primeira parte, irá concerteza enervar o adversário. Para além disso, irá sentir-se confiante com a sua "nova" defesa, o que lhe permitirá outra desenvoltura. Penso que o Chile continua a ter mais banco que o Brasil, pois nem Nilmar, nem Grafite convenceram-me neste mundial. Outro jogo que poderá ter prolongamento.

PP

PS: Sabem quantas vezes o Brasil defrontou o Chile em mundiais? Dessas vezes, quantas foram as que resultaram em vitória chilena?
publicado por N.T. às 13:02
editado por jabulani às 13:25
eu aposto no Beausejour como chave chilena para o sucesso.
Spinafro a 28 de Junho de 2010 às 19:01
Estou desapontado com o Chile!

Vítima de tanta polivalência e da falta de uma âncora no meio-campo defensivo.
PP a 28 de Junho de 2010 às 21:27
Nilmar joga muito bem...
Espero que tenha mais oportunidades para mostrar seu futebol na Seleção.
Luciana a 28 de Junho de 2010 às 23:06

Junho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
fantasy league jabulani
fantasy league jabulani (clica na imagem)

Jabulani Fantasy League

Código - 361892-84570

arquivos
2010
pesquisar neste blog
 
Jabulani Blog

Divulga também a tua página
últ. comentários
o craque do jogo foi o cavani
Olá pessoal! Estou aqui para trazer a vocês a gran...
Olá pessoal! Estou aqui para trazer a vocês a gran...
Olá pessoal! Estou aqui para trazer a vocês a gran...
Agora que o Mundial de futebol terminou, importa r...
Não sendo propriamente um criativo de futebol, que...
Sr. Gonçalo Sousa, você não foi para aqui chamado....
Se vais pelo número de jogos não podes por o Coent...
Isto é incrível.Qualquer merda hoje em dia tem um ...
Calça meia grossa, Ribeiro
Posts mais comentados
blogs SAPO