Quinta-feira, 01 DE Julho 2010

Depois do texto que fiz sobre a derrota de Portugal diante da Espanha, para fechar o ciclo de Portugal no Jabulani, até porque amanhã começam os quartos de final e há muito jogo bom para nos deliciarmos, cumpre-me alguns esclarecimentos relativamente a tudo o que foi dito nestes últimos dias, onde imagine-se o blog Jabulani foi visitado por quase 15.000 pessoas em pouco mais de 24 horas.

Em 22 de Junho de 2008, após a eliminação do Europeu diante da Alemanha por 2-3, Gilberto Madaíl anunciava que Scolari já estava com as malas preparadas ainda antes do Europeu, faltou coragem (nunca a teve) para o principal responsável federativo vir a público dizê-lo antes da competição se iniciar. Há muito que desejo a saída de Gilberto Madaíl da Federação, mas isto não será uma novidade para ninguém e quase todos o desejam. É um elemento fraco. A partir desse dia começou a procura do novo seleccionador, aquele que iria conduzir os destinos da selecção até pelo menos ao Mundial de 2010 na África do Sul.

No dia 11 de Julho é anunciado o novo Seleccionador Nacional, Carlos Queiró. Na altura não fiz nenhum tipo de comentário apenas reconheci o que todos sabiam, era o regresso a uma casa que bem conhecia. A Malta foi o primeiro adversário na qualificação para o mundial, a primeira vitória por 4-0, primeiro comentário onde me enganei claramente "Já estamos em primeiro lugar do grupo, e no mínimo não devemos sair de lá até ao final desta fase. Não me convenceram nesta selecção Antunes, Carlos Martins. Tenho dúvidas em Raul Meireles e Simão". Ainda a prova estava no seu início e já manifestava algum desagrado por Simão, não por detestar a pessoa em questão, porque para mim quem veste a camisola da selecção é de Portugal. Simplesmente porque sempre achei que o Simão na selecção não conseguia ser regular. Em Setembro acontece o primeiro desaire de Queirós, as primeiras críticas, a derrota diante da Dinamarca. Foi um jogo absurdo, e apesar do diferendo que havia entre o Professor e o Sporting, não deixei de o salientar "A face da derrota é Carlos Queirós. Teve mais que tempo para remediar o jogo quando ainda vencíamos por 1-0. Antes que se pense que estou a dizer isto por causa do diferendo com o Sporting, eu sempre gostei do trabalho do Professor. Não confundo as coisas.". Mais tarde novo desaire, 15 de Outubro de 2008, empate em casa com a Albânia e 3 jogos sem vitórias, "Já não me lembrava de ver Portugal jogar tão mal. Que exibição péssima. Carlos Queirós ainda vai ter muito trabalho pela frente. Muito mesmo, 3 jogos sem ganhar em 4 numa fase de qualificação para o Mundial. Começa a ser preciso um computador para começar a fazer as contas." Mais tarde, no célebre amigável contra o Brasil onde fomos copiosamente derrotados por 6-2, uma alusão a "Scolari acabou de ser dispensado do Chelsea. Se queremos ir ao Mundial de 2010, não era má ideia... ".

Eu sou um apoiante da Selecção e não me passava pela cabeça que não pudéssemos estar presentes no Mundial, critique variadíssimas vezes Queirós e não apenas no jogo dos oitavos de final contra a Espanha como chegou a ser sugerido. A seguir veio o processo Liedson. Aqui devo lembrar que deixei-me levar pela clubite. Já o tinha referido, aliei a necessidade da selecção de ter um ponta de lança com valor ao facto de gostar e muito do "levezinho". Hoje, devo admitir que seja por erro táctico ou simplesmente pela má forma do jogador, Liedson pouco acrescentou à Selecção. A primeira convocatória de Liedson na Selecção foi anunciada a 26 de Agosto de 2009, a menos de 1 ano do mundial. Liedson para mim nessa altura foi um passo importante para a Selecção e lembro um texto que concordei do Daniel Oliveira. Liedson marcou no primeiro jogo, diante da Dinamarca, uma partida importante para manter as aspirações de nos qualificarmos para o Mundial. Nessa altura, acreditava que a Selecção poderia crescer de forma, os golos iriam surgir com naturalidade, já imaginava Liedson titular indiscutível. Raramente me referia ao trabalho de Queirós, mesmo continuando ser sofrível ver os jogos de Portugal. Foi também por esta altura que me deixei levar por discussões entre Sporting e Benfica, por causa de Liedson, Queirós, as relações FPF e os homens do Sporting, a descredibilização do trabalho estrutural que seria necessário fazer na selecção, não pensar no longo prazo nas consequências de um mundial falhado, como acabou por se verificar, e naturalmente levei com as críticas que apesar de tudo, mereci.

Portugal consegue a qualificação para o play off após vitória por 4-0 diante da Malta e derrota a Bósnia para rumar a África. O apuramento estava conseguido, uma boa notícia, uma alegria porque adoro a Selecção, mas os problemas continuaram. No dia em que o feito foi conseguido, obviamente não critiquei Queirós nem ninguém, o objectivo apesar da dificuldade tinha sido atingido, "Apuramento conseguido, lugar guardado na África do Sul e agora no próximo verão atenções mais que redobradas para a competição que marcará o futebol em 2010".

Quando Queirós revelou a lista de convocados para o mundial, as únicas críticas que fiz foram apenas estas:

"As surpresas foram: Moutinho de fora; excesso de jogadores defensivos, Ricardo Costa e Zé Castro; o anão Beto, sem nada que o justificasse; Miguel;".

Já em terras Africanas, com o Mundial prestes a começar e já neste blogue na antevisão do grupo de Portugal, disse "Contamos que a presença seja aceitável, na minha opinião chegar aos quartos de final (a partir daí tudo será positivo) é o objectivo mínimo." Daí que tenha referido no texto do jogo Portugal-Espanha que Carlos Queirós não tinha atingido os objectivos mínimos que eu acharia aceitável. Obviamente que podem não ser os mesmos que a entidade patronal de CQ, mas no lugar dele teria colocado o lugar à disposição e depois a FPF que decidisse o que fazer. Ainda ontem ouvi o Luís Freitas Lobo dizer que não fazia sentido Queirós demitir-se e que é o homem certo no lugar certo, é uma opinião.

Fizemos uma fase de grupos sofrível, escondida pela vitória diante da Coreia do Norte, mas lembre-mo-nos que não marcamos golos nem à Costa do Marfim, Brasil e Espanha, logo seria complicado fazer muito mais. As críticas que fiz após o jogo, a quente, são de alguém que acreditava que naquele dia apesar de tudo poderíamos vencer a Espanha. Não o conseguimos, frustrado por tal evidência e certamente de forma inconsciente porque percebi que rapidamente "as críticas" iam chover, descarreguei de forma pouco natural. Aceito e faço mea culpa em relação a esse texto, mas devo dizer que afinal não são tantas as incoerências porque eu nunca fui um grande apoiante de Queirós. Eu aceitei-o sempre como treinador da Selecção e como apoiante de Portugal fui "cego" ao ponto de acreditar que um milagre poderia acontecer.

Fechou um ciclo. Há que preparar uma nova vida rumo ao Europeu de 2012. Como vai ser? Aguardemos que ainda há muita poeira no ar!

publicado por Pedro Varela às 21:26
tags:

A Argentina é a equipa mais rematadora do torneio, seguida de Espanha e Brasil. O Gana, contrariando a ideia de ser uma equipa mais retraída, fecha o quarteto das selecções que já ultrapassaram a barreira dos 70 remates, embora conte com mais 30 minutos disputados. Mas se Argentina e Inglaterra foram as únicas a acertar na baliza em mais de 30 ocasiões, só Japão (59%), Eslovénia (52%) e Holanda (50%) enquadraram na baliza os remates em metade (ou mais) das tentativas.

 

TOTAL REMATES:

Argentina  75

Brasil   74

Espanha   74

 

REMATES À BALIZA:

Argentina   36

Inglaterra   31

Espanha/Holanda   29

 

GOLOS:

Argentina   10

Alemanha   9

Brasil   8

 

Mas se a Argentina é quem mais remata, queda-se pela quarta posição no número de ataques. De acordo com as estatísticas disponibilizadas pela FIFA, a Espanha é a selecção mais ofensiva, com 68 ataques efectuados, seguida pela Inglaterra (62) e Brasil (59). Inglaterra e Espanha são também as equipas que mais cantos conquistaram no Mundial: 35 e 34, respectivamente. A Espanha é ainda a selecção que mais bolas cruza para a área (106), deixando a Alemanha (78) a uma larga distância. No capítulo do passe, o domínio do futebol curto espanhol é claro. São a selecção que mais, e melhor, passa. Alemanha e Honduras são quem mais arrisca na hora de efectuar o último passe. Os seus jogadores foram apanhados em situação de fora de jogo por 18 vezes.

 

PASSES COMPLETOS:

Espanha   2265

Brasil   1929

Argentina   1848

 

ACERTO NO PASSE:

Espanha   81%

Brasil   80%

Argentina   77%

 

A equipa que mais faltas sofreu na África do Sul foi o Japão (92, mais 18 que a Espanha), apesar de serem os espanhóis que mais quilómetros percorrem com a bola no pé dos seus jogadores (194.33km, mais 8.78km que os alemães). Em questões de contacto faz-se sentir a garra latino-americana. O México lidera com 84 infracções, logo seguida do Chile, a selecção que mais cartões recebeu dos árbitros, e Paraguai.

publicado por N.T. às 21:00

Quem é o autor das bandas sonoras de 'Bullit', 'Mission: Impossible', 'The Cincinnati Kid', 'Dirty Harry', 'Cool Hand Luke', 'Dirty Harry', 'Enter The Dragon', 'Mannix', 'Planet of the Apes'? Compositor, maestro e pianista, Lalo Schifrin é um dos mais prolíficos autores de música para cinema mas também com nome no jazz, na pop e na clássica. Um gigante. Como amostra para a História a espantosa cena inicial de 'Bullit', a montagem e Schifrin.

 

publicado por Spinafro às 19:14

O árbitro português Olegário Benquerença foi hoje nomeado para o encontro dos quartos-de-final do Mundial 2010 entre o Uruguai e o Gana, anunciou a Federação Internacional de Futebol (FIFA).

O representante da arbitragem portuguesa na África do Sul vai dirigir o seu terceiro encontro na competição, depois de actuações positivas no Japão-Camarões (Grupo E) e no Nigéria-Coreia do Sul (B), ambos da primeira fase.

O encontro entre o Uruguai e o Gana realiza-se amanhã, a partir das 19h30 (hora em Lisboa), no Estádio Soccer City, em Joanesburgo.

No que respeita ao primeiro embate dos "quartos", entre a Holanda e o Brasil, que se disputa amanhã, às 15h00 (hora em Lisboa), o escolhido foi o árbitro japonês Yuichi Nishimura.

Ravshan Irmatov, do Uzbequistão, vai ajuizar o embate entre a Argentina e a Alemanha e Carlos Batres, da Guatemala, será o árbitro do encontro entre Paraguai e Espanha, ambos agendados para sábado.

Lista dos árbitros para os quartos-de-final do Mundial 2010:

Sexta feira, 2 de Julho

Holanda-Brasil, Yuichi Nishimura (Japão)

Uruguai-Gana, Olegário Benquerença (Portugal)

Sábado, 3 de Julho

Argentina-Alemanha, Ravshan Irmatov (Uzbequistão)

Paraguai-Espanha, Carlos Batres (Guatemala)

publicado por J.G. às 12:18
tags:

Serão coincidências...??? Não deixa de ser interessante, mas exclui as equipas que nunca venceram campeonatos do mundo… tipo PORTUGAL!!!

O Brasil ganhou o mundial em 1994. Antes disso, a sua última conquista datava de 1970. Se somarmos 1970 + 1994 = 3964

A Argentina venceu o seu último troféu em 1986. O outro título, só em 1978. Uma vez mais 1978 + 1986 = 3964

Já a Alemanha conquistou o seu último mundial em 1990. Anterior a esse, o sucesso data de 1974, frente à 'laranja mecânica'. Adivinhem? Ao somar 1990 + 1974 = 3964

Prosseguindo com esta lógica, teria sido fácil descobrir o vencedor do mundial 2002, na Coreia do Sul/Japão. Como? Conhecendo quem foi a selecção em 1.º lugar do pódio em 1962!

Ora reparem: 3964 - 2002 = 1962

E o vencedor em 1962 foi o... Brasil!!!

Realmente, a numerologia parece funcionar. Agora, a pergunta que se impõe: quem irá ganhar o Mundial 2010 na África do Sul?

 

Resposta: 3964 - 2010 = 1954

 

E quem ganhou em 1954?.... Alemanha!!!!

publicado por stadium às 10:14
Julho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
fantasy league jabulani
fantasy league jabulani (clica na imagem)

Jabulani Fantasy League

Código - 361892-84570

arquivos
2010
subscrever feeds
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
o craque do jogo foi o cavani
Olá pessoal! Estou aqui para trazer a vocês a gran...
Olá pessoal! Estou aqui para trazer a vocês a gran...
Olá pessoal! Estou aqui para trazer a vocês a gran...
Agora que o Mundial de futebol terminou, importa r...
Não sendo propriamente um criativo de futebol, que...
Sr. Gonçalo Sousa, você não foi para aqui chamado....
Se vais pelo número de jogos não podes por o Coent...
Isto é incrível.Qualquer merda hoje em dia tem um ...
Calça meia grossa, Ribeiro
Posts mais comentados
blogs SAPO