Agora a serio…, que ontem já estava mais para lá do que para cá – isto de acordar às 6 da matina para trabalhar e depois passar a tarde no sofá a ver bola sofrível…, cansa que se farta.

O JG tem toda a razão quando diz que o Mundial é bom para falarmos sobre futebol, pois passamos o ano inteiro a ver bola e fala-se de tudo e mais alguma coisa…, menos de futebol.

O que ele se esqueceu de dizer é que tal acontece porque ao assistirmos a uma grande competição como o Europeu, CAN, Mundial estamos descontaminados de paixão e focados na insustentável dureza do jogo.

Assim é, já acordo de madrugada a ver a geometria do bola (redonda, como sabeis) coisa que nem me passa pela cabeça durante uma época inteira…, onde só quero ver a festa a encarnado e branco.

Posto isto…, Varela, não inventes: Portugal jogará simplesmente num esquema CQ, uma das variantes do simplório 4x3x3.
O esquema CQ, em bom rigor, não chega a ser táctica, mas apenas estratégia. Como sabes esta vem antes da primeira; e dela (da estratégia) CQ não passará.

No esquema CQ importa ter a bola, apresentar solidariedade entre sectores e, acima de tudo, solidez no processo defensivo que, naturalmente, começa a meio campo. Depois…, bem depois é confiar no génio de quem lá está na frente para resolver (se o génio tiver acordado de manhã bem disposto, obviamente), ou esperar por uma bola parada, ressalto ou mesmo jogada frutita para o “um a zero” que basta.

Portugal, a equipa que dizes apoiar, é, simplesmente isto. Foi assim no apuramento, foi assim na preparação, será assim hoje e depois: esquema CQ! Nada a enganar.

Acontece que isto é “soccer” e não futebol americano ou críquete ou “aussie rulles (para quem não sabe o que é o aussie rules: http://en.wikipedia.org/wiki/Australian_rules_football) e…, tudo, rigorosamente tudo, pode acontecer. Por isso o Carlos, apesar de se julgar o maior por ter “inventado” tal esquema simples (que não dá trabalho nenhuma a explicar e a interpretar) sabe bem que não o é.

E nós…, olha…, divertimo-nos à grande com isto tudo (apesar do futebol medíocre, claro). A mim tanto se dá se Portugal ganha ou deixa de ganhar. Se ganhar divirto-me, se empatar ou perder também.
PSL a 15 de Junho de 2010 às 08:51
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres