Não se admite que em 2010, na competição mais importante da FIFA, com milhões de espectadores e milhões de euros em jogo, se permita um erro tão grosseiro como este num jogo de futebol. Não se admite!!
Pedro a 27 de Junho de 2010 às 18:23
Exactamente, é uma vergonha que uma das mais importantes competições do mundo ainda tenha de ter decisões destas!

Aprendam com os americanos!

Pedro Varela a 27 de Junho de 2010 às 18:38
Aprender com os americanos? Por favor...
E vamos ter descontos de tempo? e publicidade aos 22' eoas 66'? e paramos o jogo sempre que tivermos um possível penalti ou off side?
J.G. a 27 de Junho de 2010 às 23:06
Vou-me meter onde não sou chamado! Mas acho que não se pode ser tão quadrado! As coisas não são preto ou branco! Pode andar ali pelo cinzento.

Não temos que parar o jogo sempre que há essas dúvidas. No caso de golo penso que não seria muito dificil a utilização de sensores. Não sou bem dessa área, mas não me parece uma coisa complicada de fazer. Nesse caso a decisão seria tomada instantaneamente.

Depois, não tem que se verificar todos os lances. Era uma questão de definir, situações dentro da área, situações em que resultem golos, situações de perigo iminente, sei lá...

Mas voltando ao tempo... 10 segundos, não é preciso mais do que isso, deve ter sido o tempo que a bola demorou a ser reposta em jogo pelo guarda-redes alemão! ;) No caso da Argentina ainda mais ridiculo é falar em tempo. Porque perdeu-se mais tempo assim, a discutir o fora-de-jogo, do que se se tivesse recorrido a métodos tecnológicos!

Portanto lançar assim, à balda, o tempo como problema, parece-me, no mínimo, pouco ponderado! O que talvez seja mais complicado na implementação de meios tecnológicos em certas situações, é mesmo a igualdade de circunstâncias (e refiro-me a câmaras), de todos os jogos dos campeonatos nacionais!

Depois os descontos de tempo... Não vejo que viesse mal ao mundo com um ou dois descontos de tempo por jogo! É assim no futsal e não deixa por isso de ser um jogo muito mais intenso do que o futebol... Aliás, para mim o jogo de futebol devia ser composto por duas partes de 30 minutos e com paragem de cronometro em todos as situações de paragem de jogo. Acabava-se com o anti-jogo e estabilizava-se o tempo útil de jogo!

Para terminar e para o Varela, uma vez que costumo ir chatear os sportinguistas ao "Bancada de Leão", já houve mais casos de jogo do que no campeonato nacional! Se bem que ainda há muita gente a elogiar as arbitragens do Mundial. A começar por amostragem estúpida e despropositada de cartões a decisões completamente surreais... não sei o que tem sido pior!
João a 28 de Junho de 2010 às 02:15
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres